DO LOUCO AO GÊNIO: UMA ANÁLISE DA CONSTITUIÇÃO DO SUJEITO DE DIREITO AUTISTA EM TEMPLE GRANDIN

AN ANALYSIS OF THE CONSTITUTION OF THE AUTISTIC LEGAL SUBJECT IN TEMPLE GRANDIN

Autores

Resumo

O trabalho aborda a interseção entre genialidade e loucura ao longo da história, destacando mudanças nas percepções sociais. Contrapõe-se a visão tradicional que os considera opostos, mostrando como figuras rotuladas como loucas no passado podem hoje ser vistas como prodígios, especialmente no contexto da neurodivergência. Examina-se a retratação do autismo no cinema, com foco no filme Temple Grandin, de 2010, que aborda a vida de uma mulher autista. A análise evidencia a persistência de práticas excludentes, apesar das mudanças sociais, enquanto destaca a importância de representações não estereotipadas. Para tanto, o estudo utiliza o cinema como ferramenta para investigar práticas sociojurídicas e discursos políticos, além disso, busca discutir o protagonismo feminino em obras que tratam de temas neurológicos, considerando os desafios adicionais enfrentados por mulheres neurodivergentes. O enfoque metodológico adota a perspectiva foucaultiana do discurso como prática sócio-histórica, fundamentando-se na obra "História da Loucura", de Foucault, para compreender a evolução da percepção da loucura ao longo do tempo, enquanto examina a materialidade fílmica para traçar a representação do sujeito de direito autista e os estereótipos associados à superdotação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2024-06-04